Templates by BIGtheme NET

Atletas do Centro de Excelência Esportiva do Ibirapuera atingem índices para os Jogos Pan-Americanos 2019

Dois talentos do salto em distância, revelados pelo Centro de Excelência Esportiva do Ibirapuera, superaram as marcas e estão no grupo observado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB)

Fotos: Ricardo Bufolin

Dois atletas do salto em distância, do Centro de Excelência Esportiva, estrutura do Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, equipamento do Governo do Estado, conseguiram ultrapassar os índices necessários para os Jogos Pan-Americanos, no sábado de Carnaval (2), no II Torneio Atletismo Paulista/Esporte Clube Pinheiros.

Alcançando 6,62m, Eliane Martins, disputou a prova feminina na competição internacional e ultrapassou 14 centímetros a mais do que o necessário pelo COB. Já na prova masculina, Lucas Marcelino dos Santos ficou em terceiro lugar na disputa com dois chineses, atingindo 7,91m.

Segundo Nélio Moura, treinador e coordenador de Atletismo do Centro de Excelência, os atletas são os primeiros no ranking brasileiro. “Eliane e Lucas são de alto rendimento, jovens descobertos por aqui. Na briga por um lugar na elite, eles são treinados para conquistar medalhas”, diz Moura. À frente de uma equipe de três treinadores, Moura capacita mais de 30 esportistas da modalidade.

Além de superar as marcas necessárias, os esportistas conquistam a admiração e mostram o quanto é importante o investimento em esporte, afirma o secretário da pasta Aildo Rodrigues. “Temos certeza que o investimento feito pelo Governo do Estado está no caminho certo. Apoiando o esporte desde a base, reconhecendo o comprometimento e oferecendo condições para que mais jovens subam aos pódios”, revela o secretário.

Os Jogos Pan-Americanos 2019 começam em julho, em Lima (Peru) e os atletas brasileiros já competem com o objetivo de conquistar visibilidade e entrar no grupo de elite que disputará vagas para a competição.

Relação com o salto em distância

O amor de Eliane Martins pelo esporte surgiu ao acompanhar a rotina do irmão que treinava atletismo: o fato de saltar e cair na areia foram a parte mais interessante para a menina.

Há mais de 10 anos, a diversão se tornou profissão e, aos 32 anos, Eliane ainda enxerga o salto em distância como uma atividade prazerosa e isso a motiva a sempre superar os índices. “Alcançar esta marca é muito importante. Eu amo saltar e quero me dedicar cada vez mais para dar seguimento aos treinos e entrar na competição“, afirma a atleta.

A rotina dos esportistas é rígida. Alimentação, descanso e treino. Muito treino. De segunda a sábado, os atletas realizam treinamentos que duram, em média, três horas e meia por dia.

De acordo com Lucas, estudante do 7° semestre de Educação Física, a rotina é apenas um detalhe pelo tanto que recebe em troca ao treinar e morar nas dependências do Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães desde 2012. Com 24 anos, o jovem é contemplado com a Bolsa Atleta, que oferece subsídios para que ele possa se dedicar ao esporte. Por meio de peneiras realizadas em campeonatos estaduais em Andradina (SP), sua cidade natal, o esportista foi reconhecido e convidado a entregar a equipe do Centro de Excelência.  “A gente batalha muito e isso é gratificante para mim e para minha família. Eu almejo mais, sonho com os Jogos Pan-Americanos e com as Olimpíadas”, conclui Lucas.

Sede: Praça Antônio Prado, 09 – Centro – 01010-010 - São Paulo – SP - Fone: 11 3241-5822